Totens de sinalização turística são instalados no centro de São Paulo

Toten Pátio do Colégio
Toten Pátio do Colégio | Foto: José Cordeiro-SP Turis

Começou a ser instalado o segundo tipo de placa de sinalização turística para pedestres no centro da capital paulista. Tratam-se de 19 totens com o mapa da localidade, chamado de placa interpretativa de região, que mostra a localização dos pontos de interesse turístico próximos à área. No total, serão três modelos de placas que ajudarão o turista que visita a cidade a localizar os atrativos turísticos, traçar o caminho ao destino seguinte e também a obter mais informações e curiosidades sobre cada local.

Em abril, mais de 50 placas interpretativas de monumento, que ficam em frente aos atrativos foram instaladas. Cada uma traz consigo um texto sobre a história do local em três idiomas e QR Code, com link para página online com mais informações sobre o local

Já o terceiro tipo de placa, a direcional, que mostrará com setas a direção dos pontos turísticos, tem previsão para ser instalada no próximo mês.

A implantação das placas é uma das medidas da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) para melhorar a estruturação do turismo na cidade, visando também a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014.

“O projeto busca orientar e estimular a visitação dos turistas e também dos paulistanos, oferecendo mais informações sobre nossa cidade. Ao todo, o plano prevê a instalação de 316 placas, sinalizando 72 atrativos”, afirma o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit.

Os modelos de placas

Placa interpretativa externa de monumento

Fixada em um suporte à frente do atrativo, ou diretamente na fachada do imóvel, apresenta informações básicas sobre o local em português, inglês e espanhol. A placa também tem um QR Code, que direciona facilmente os usuários de tablets e smartphones a uma página específica de cada atrativo, elaborada pela São Paulo Turismo, contendo mais informações e curiosidades sobre o atrativo. Com este modelo, são contemplados 53 equipamentos turísticos.

  1. Antigo Banco de São Paulo
  2. Beco do Pinto
  3. Biblioteca Mário de Andrade
  4. Caixa Cultural
  5. Casa da Bóia
  6. Casa da Imagem
  7. Catavento Cultural
  8. Catedral da Sé
  9. Centro Cultural Banco do Brasil
  10. Conjunto Franciscano
  11. Edifício Alexandre Mackenzie
  12. Edifício Altino Arantes
  13. Edifício Copan
  14. Edifício Itália
  15. Edifício Martinelli
  16. Edifício Matarazzo
  17. Espaço BM&F Bovespa
  18. Estação da Luz
  19. Estação Júlio Prestes
  20. Estação Pinacoteca
  21. Faculdade de Direito da USP
  22. Galeria do Rock
  23. Galeria Olido
  24. Galeria Prestes Maia
  25. Igreja da Ordem do Carmo
  26. Igreja de Santa Ifigênia
  27. Igreja de Santo Antônio
  28. Igreja do Beato Anchieta
  29. Igreja do Rosário dos Homens Pretos
  30. Igreja da Boa Morte
  31. Igreja da Consolação
  32. Largo da Memória
  33. Mercado das Flores
  34. Mercado Municipal
  35. Mosteiro de São Bento
  36. Museu Anchieta
  37. Museu da Energia
  38. Museu da Língua Portuguesa
  39. Museu de Arte Sacra
  40. Museu do Tribunal de Justiça
  41. Palácio da Justiça
  42. Parque da Luz
  43. Pinacoteca do Estado
  44. Praça das Artes
  45. Prédio Histórico dos Correios (o local está em obras e a placa será instalada somente após a conclusão)
  46. Sala São Paulo
  47. Secretaria de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania
  48. Solar da Marquesa de Santos
  49. Theatro Municipal
  50. Tribunal de Justiça
  51. Viaduto Boa Vista
  52. Viaduto do Chá
  53. Viaduto Santa Ifigênia

Placa interpretativa de região

Foi implantada em áreas abertas, de grande circulação de turistas, tais como praças. Também tem o conteúdo em português, inglês e espanhol, situando a região ou local no contexto urbano, histórico e turístico, indicando os atrativos no mapa e informando as distâncias entre os bens culturais próximos àquela área. Com informações na frente e no verso, as placas de região também apresentam o QR Code, e foram instaladas em 19 pontos do centro da cidade de São Paulo.

  1. Boulevard São João
  2. Largo do Arouche
  3. Largo do Café
  4. Largo do Paissandu
  5. Largo São Bento
  6. Largo São Francisco
  7. Pátio do Colégio
  8. Praça Antônio Prado
  9. Praça Coronel Fernando Prestes
  10. Praça da Liberdade
  11. Praça da Luz
  12. Praça da República
  13. Praça da Sé
  14. Praça do Patriarca
  15. Praça Dom José Gaspar
  16. Praça Júlio Prestes
  17. Praça Ramos de Azevedo
  18. Praça Roosevelt
  19. Vale do Anhangabaú

Placa direcional

Ao todo, 244 placas orientarão o turista quanto à indicação de sentido das rotas turísticas. Ficarão em logradouros públicos e em locais com movimentação intensa de turistas.

Envolvidos

O projeto é uma parceria entre o Ministério do Turismo e a Prefeitura de São Paulo, por meio da São Paulo Turismo, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Departamento do Patrimônio Histórico, Conpresp – Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo e Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Outras ações para a Copa

Além da sinalização turística para pedestres até a data do mundial, a São Paulo Turismo ainda vai concluir a implantação de outras medidas que irão melhorar a recepção aos turistas em São Paulo. Uma delas é a entrega de novas Centrais de Informação Turística, sendo oito móveis, para uso durante os jogos e Fan Fests, e duas fixas, uma no Terminal Rodoviário Tietê e uma no Aeroporto de Congonhas.

A SPTuris também está auxiliando o MTur a realizar os programas de capacitação profissional na cidade por meio do Pronatec Copa. Mais de 1.150 paulistanos que trabalham da cadeia produtiva do turismo foram matriculados.

Além disso, a empresa municipalainda está participando de uma série de iniciativas, como o treinamento de atendentes de centrais telefônicas para a Copa, o desenvolvimento de um site oficial de turismo para o mundial, auxílio no Programa Brasil Voluntário do Governo Federal, produção e distribuição de guias turísticos, promoção internacional da cidade em feiras de turismo fora do país, organização de press trips e um programa de sensibilização para a Copa junto aos principais profissionais de turismo da capital paulista, e auxílio à Secretaria Municipal de Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida no programa “Capacitação para o atendimento e a Prestação de Serviços às Pessoas com Deficiência para a Copa do Mundo e outros eventos”. A proposta do curso é a difusão de práticas de atendimento direcionadas às pessoas com deficiência e otimização da acessibilidade.

Sobre reginaldohbsp

Veja também

Ensaio Técnico Império de Casa Verde

Carnaval 2017: Ensaios técnicos no Sambódromo do Anhembi das Escolas de Samba da Cidade de São Paulo

À partir de janeiro/2017, as escolas de samba da Cidade de São Paulo irão iniciar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *