Turistas dizem o que acham de São Paulo

Imensa, impressionante, amigável, cosmopolita… Essas foram algumas das palavras que os turistas usaram para definir a maior metrópole do hemisfério sul. Os depoimentos estão em um filme que a São Paulo Turismo(SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) lança esta semana que mostra o que os visitantes acharam da capital.

Desenvolvido durante a Copa do Mundo FIFA 2014, o vídeo traz entrevistas com americanos, japoneses, belgas, argentinos, chilenos, colombianos e turistas de diversas outras nacionalidades que estiveram da cidade. Eles também falam de locais que visitaram em São Paulo, suas impressões e do que mais gostaram na gastronomia paulistana, como feijoada, chope e pastel, churrasco, farofa, caipirinha e muito mais.

O filme foi feito em duas versões: três e oito minutos e estão disponíveis no canal do YouTube da SPTuris (www.youtube.com/spturis), sites e redes sociais. Serão utilizados também na promoção turística da cidade em feiras e eventos nacionais e internacionais.

De acordo com o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit o encantamento dos turistas e o desejo deles de voltar ficaram claros nas imagens. “Este filme retrata exatamente o que víamos nas ruas durante o mundial: pessoas felizes, satisfeitas e com vontade de aproveitar a cidade. Fizemos bonito”, disse. Ele ressaltou que o planejamento de turismo paulistano para o segundo semestre pretende justamente aproveitar o bom momento da cidade. “O maior legado da Copa, é intangível. Essa promoção mundial, nunca antes alcançada com tanto êxito e de forma tão absoluta, foi algo formidável. Além disso, os paulistanos sentiram orgulho da cidade e os turistas adoraram São Paulo e a nossa hospitalidade. Quase todos afirmaram que gostariam de voltar. Isso não tem preço! Agora é aproveitar essa onda positiva para crescer”, afirma.

Copa em São Paulo

Depois de um mês de bola rolando em território brasileiro e com seis jogos na capital paulista, a análise dos números foi bastante positiva. Segunda cidade que mais recebeu turistas durante a Copa, por aqui passaram nada menos que 541 mil turistas em números estimados pelo Observatório do Turismo.

De acordo com a Pesquisa de Demanda e Perfil do Torcedor da Copa do Mundo em São Paulo, realizada com paulistanos e turistas pelo Observatório do Turismo, núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris, 65% dos turistas que vieram para a cidade eram brasileiros e 34,94% estrangeiros.

Outro dado que superou todas as expectativas foi o gasto médio do turista e a sua a permanência na cidade. Os brasileiros deixaram no período R$ 2,2 mil na cidade, enquanto os estrangeiros R$ 4,9 mil – estimativa era de um gasto médio de R$ 1,8 mil. Além disso, os visitantes também ficaram mais tempo na metrópole paulistana: turistas nacionais permaneceram em média 4,4 dias e os internacionais, 8,3 dias.

O crescimento da permanência e dos gastos dos turistas também impactou na movimentação econômica gerada por estes visitantes. No total, os gastos giraram em torno de R$ 1,8 bilhão na cidade de São Paulo. Também foi realizado no período, uma pesquisa de mídias sociais que registraram 1,2 milhões de postagens sobre a Copa do Mundo em São Paulo, sendo 85% positivas, e com audiência direta de 503 milhões de pessoas e indireta de 1,023 bilhão no mundo. Aqui vale ressaltar também o registro de mais de 18 milhões de check ins no Facebook somente na cidade de São Paulo.

A boa impressão dos turistas também pode ser medida com outro indicador: 72,1% dos turistas indicaram notas entre 7 e 10 para a cidade de São Paulo. Com relação ao legado da Copa, mais de 90% afirmaram que o evento trouxe mais turistas para a cidade e acelerou obras importantes na capital.

A SPTuris entregou uma série  de projetos para recepcionar bem o turista da Copa e reforçar a idéia de que São Paulo também é um destino de lazer. As principais ações foram a instalação de 451 placas de sinalização turística para pedestres na região do Centro e na Av. Paulista; treinamentos com players do turismo paulistano como guias, taxistas, agentes de viagem, funcionários de hotéis entre vários outros; ampliamos o número de Centrais de Informação Turística (CIT’s) na cidade de seis para 15 centrais sendo, sete unidades fixas e oito móveis, dessas três em vans e cinco em segways, que estão marcando presença principalmente em eventos e áreas de grande circulação de pessoas.

Outra iniciativa pioneira foi a criação da Sala de Monitoramento do Atendimento ao Turista da Copa do Mundo no Anhembi, uma central que atualizava diariamente os indicadores de desempenho do turismo da cidade durante o evento.

Sobre Reginaldo Henrique

Eu, Reginaldo Henrique, sou empreendedor nato, amante da tecnologia, influenciador digital, palestrante de marketing digital, consultor SEO e desenvolvedor web. Sou formado em Sistemas de Informação e fiz inúmeros cursos na área de informática, mais voltado para o desenvolvimento de aplicações para a internet. Sou especialista em marketing digital e, especialmente, em marketing de busca, auxiliando inúmeras empresas ou pessoas a aparecer nas primeiras posições do Google, com o seu site ou blog e ganhar seguidores reais no Instagram. Tenho profundos conhecimentos em: ASP, PHP, HTML, CSS, WordPress, Java, JavaScript, Marketing de Busca, Excel, MS Project, Photoshop, CorelDraw, Delphi, Redes de Computadores, ... Ministro cursos de SEO tanto para pessoas físicas com empresas das mais variadas. Desde os anos 2000, em paralelo com outras ocupações, uso a web como uma das formas para que eu possa ter a minha independência financeira, divulgando as minhas prestações de serviço e ganhando dinheiro com a internet. De 2010 para cá, a grande rede mundial de computadores tornou-se uma grande aliada financeiramente, a partir do momento que "comecei a tornar real" a RHB Informática, empresa voltada para o treinamento de informática in company e particular, para pessoas físicas. Com certeza, muitas pessoas ajudaram para eu chegar até aqui e a todas elas, fica o meu agradecimento.

Veja também

Ensaio Técnico Império de Casa Verde

Carnaval 2017: Ensaios técnicos no Sambódromo do Anhembi das Escolas de Samba da Cidade de São Paulo

À partir de janeiro/2017, as escolas de samba da Cidade de São Paulo irão iniciar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *